Rua Barão da Torre, 107 - Ipanema | RJ
+55 (21) 2227-1703 | WhatsApp +55 21 96472-6282
info@bonitaipanema.com
Reserve já
Sobre a Bonita

A Casa

bonitaipanema

Enquanto foi lar do maestro Tom Jobim, era comum ouvir música pela casa. Essa alegria foi conservada na pousada através das cores e das risadas de quem passa por lá. Além de oferecer uma agradável área externa, e um delicioso café da manhã, a casa e é o ponto inicial para começar conhecer o Rio de Janeiro a partir de Ipanema, um dos bairros mais famosos da cidade.

História

bonitaipanema

Pense em grandes nomes que marcaram e influenciaram a música no mundo. Bob Dylan, Ray Charles, Frank Sinatra, Louis Armstrong e a banda The Beatles são apenas alguns exemplos. Agora imagine todos eles disputando o maior prêmio da música mundial. Em 1964 isso realmente ocorreu, mas a música vencedora do Grammy, considerado o Oscar da música, era brasileira: ‘Garota de Ipanema’. A composição foi criada em 1962, ano em que Tom Jobim se mudou para a casa onde hoje funciona a Bonita Ipanema Pousada & Hostel. Mas somente dois anos depois a letra do maestro e do poeta Vinícius de Moraes correu o mundo, pois ficou eternizada nas vozes de João Gilberto e sua mulher, Astrud Gilberto. A música fez tanto sucesso que Frank Sinatra resolveu gravar um disco de bossa nova, e convidou Tom Jobim para ajudá-lo. Mas o maestro e o poeta fizeram muito mais do que criar aquela que disputa com ‘Yesterday’, dos Beatles, o título de segunda música mais regravada do mundo. A dupla eternizou o bairro de Ipanema e fez ele se tornar uma parada obrigatória para os turistas. Durante três anos, as paredes da Bonita ouviram as músicas dos amigos Tom e Vinícius. Décadas se passaram, mas ainda é possível escutar a história dessa casa ao andar pelos corredores. Ela está nas paredes, no bar e nas cores, que representam a alegria de dois amigos que marcaram a música para sempre.

Explore Ipanema

bonitaipanema

Não pense que o único benefício em se hospedar em Ipanema é estar próximo de uma das praias mais famosas do mundo. Nessa região, o turismo ferve durante qualquer hora do dia ou da noite. Então confira as dicas de como aproveitar cada segundo na cidade como um legítimo carioca.

Farme de Amoedo: A rua, conhecida por ser um point que reúne homossexuais, está a poucos passos da Bonita. Bares e festas fazem a região ser uma das animadas para quem quer aproveitar a noite e conhecer gente nova.

Feira de Copacabana: Essa feira noturna ao ar livre existe desde os anos 80 e reúne desde artigos de moda até antiguidades. Enquanto aproveita o artesanato local, o visitante ainda aprecia a orla de Copacabana à noite.

Feira de Ipanema: Para quem gosta de produtos manuais, essa feira na Praça General Osório é a melhor opção. Todos os domingos, cariocas e turistas se reúnem nessa feira aberta para comprar produtos que nem sempre são vendidos nas grandes lojas a um bom preço.

Forte de Copacabana: O forte foi construído no final do século XIX para impedir a aproximação de possíveis navios inimigos na Baía de Guanabara. Também foi o palco de diversos eventos que marcaram a história do Brasil, como o Movimento Tenentista. Hoje, é mais conhecido por abrigar o Museu Histórico do Exército e Forte de Copacabana.

Café do Forte: A Confeitaria Colombo é um dos locais mais tradicionais da cidade. E você pode experimentar seus deliciosos lanches sem ter que andar muito, já que o Café do Forte fica dentro do Forte de Copacabana. Lá você tem o privilégio de comer enquanto desfruta a vista de toda a orla da praia.

Garota de Ipanema: Localizado a 7 minutos da Bonita, esse bar e restaurante não fica na Rua Vinícius de Moraes à toa. Ele era muito frequentado pelo poeta e por Tom Jobim quando ainda era conhecido como Bar Veloso. Foi de lá que a dupla avistou Helô Pinheiro andando a caminho do mar. Esse instante inspirou a música que rebatizou o bar anos depois.

Lagoa Rodrigo de Freitas: Palco de eventos aquáticos das Olimpíadas, a Lagoa é um dos lugares mais agradáveis do Rio e um dos preferidos dos cariocas para andar de bicicleta, patins ou skate. De dezembro a janeiro ainda é possível apreciar a Árvore da Lagoa, a maior árvore de Natal flutuante do mundo.

Pedra do Arpoador: A pedra divide as praias do Arpoador e do Diabo. É um dos lugares favoritos de cariocas e turistas. Lá, eles se reúnem para aplaudir o pôr do sol, um hábito na orla carioca.